Image module

“Ponto a ponto, linha a linha. Tal qual um bordado, o Empório Beraldin ganhou forma e beleza por meio da conexão com os fios. A empresa paulistana, fundada pelo empresário Zeco Beraldin, sempre contou com o uso de materiais naturais e orgânicos e hoje se destaca no mercado de decoração por meio de tecidos, revestimentos e móveis de alta qualidade. Leia abaixo os detalhes desta incrível trajetória:

1981 – A família Beraldin transitou pelo mundo dos tecidos desde muito cedo. Ari Beraldin possuía uma loja têxtil e iniciava uma nova empresa, em sociedade com o arquiteto Rodolfo Scarpa, na Alameda Ministro Rocha Azevedo e precisava de alguém para gerenciar o negócio e logo pensou no irmão. Foi assim que Zeco Beraldin começou sua trajetória no mundo dos tecidos.

 

1987 – Rodolfo Scarpa partiu em carreira solo e os irmãos Beraldin fundam a fábrica Beraldin Sedas, na cidade de Gália, em São Paulo. O negócio contava com fabricação 100% verticalizada, ou seja, os empreendedores se responsabilizavam pela criação do bicho da seda, fiação, tinturaria de fios e tecidos, além de estamparia. “”Foi uma empresa pioneira na produção de seda para o mercado de decoração brasileiro””, afirma Zeco.

1994 – Mas era o momento de dar um novo passo e Zeco abriu a loja Emporio Beraldin, em um grande galpão localizado em Pinheiros, na capital paulista. E o comércio têxtil começou a se destacar pela sustentabilidade das peças – fabricadas com matérias-primas 100% naturais. Outro grande ponto alto do negócio era conseguir um acabamento artesanal nos tecidos. Zeco não hesitou em buscar parcerias com artesãos de pequenas oficinas e garantir o diferencial das produções.

1997 – A marca conquista lugar no mercado e o empresário abre a segunda loja, mas agora no Rio de Janeiro, no bairro do Leblon. “Com o desenvolvimento da marca, passei a dedicar-me na busca de novos materiais, tecidos, tapetes e revestimentos. Minha esposa Valéria cuidava da ambientação das lojas e passamos a convidar designers para desenvolver novos produtos”, afirma o empresário.

1999 – Zeco Beraldin foca no reaproveitamento de produtos e alia-se a um artesão para produzir a pastilha de coco. O produto inovador foi fabricado por meio do aproveitamento da casca do coco, sendo amplamente usado no mobiliário e nos revestimentos de grandes marcas.

2000 – Para a comemoração dos 500 anos do Brasil, a marca faz uma exposição que foi um manifesto sobre a retirada do Pau-Brasil das nossas terras, em parceria com o designer Renato Imbroise. Mil mudas de Pau-Brasil foram distribuídas aos visitantes da Mostra e outras plantadas na Alameda Gabriel Monteiro da Silva por arquitetos como Brunete Fraccaroli, Oscar Mikail, Carico, Sig Bergamin, João Armentano, Toninho Noronha, Ana Maria Vieira Santos entre outros. Obs: a Exposição fez parte das comemorações oficiais dos 500 anos do Descobrimento do Brasil.

2001 – Foi um ano de muita inovação para a marca, com destaque para a fabricação de pastilhas de osso e chifre bovino. Mas produzir tais elementos não foi nada fácil. Zeco precisava produzir em larga escala e muitos produtores não acreditavam ser possível. Até que o empresário encontrou um artesão carioca que aceitou começar a produzir. Logo, a proposta se mostrou um sucesso e arquitetos consagrados como Roberto Migotto começaram a usar o material em seus projetos.

2004 – Zeco e Valéria elaboram a Coleção Brasil e reforçam a beleza das culturas do norte e sul do país. A coleção repleta de bom gosto valorizou a riqueza dos trabalhos manuais e contou com materiais como couro, osso e chifre. “Além disso, buscamos as pedras semipreciosas do centro-oeste, as fibras de bananeira do sudeste e as sementes da Amazônia para trazer o novo á coleção”, revela o empresário.

2005 – O showroom de Ipanema é inaugurado. A coleção desse ano inspira-se no Brasil Côlonia e um dos destaques é o tecido estampado com pintura de Franz Post e Albert Eckhout.

2006 – Nos anos de 2004 a 2006, o Empório Beraldim participou de diversas feiras nos EUA, sendo High Point e ICFF algumas delas. O ano de 2006 foi marcado ainda pela abertura de um showroom na Cidade do México, dando inicio a expansão da marca no exterior. Em 2006 acontece o lançamento da Coleção Flora Brasil.

2007 – Outro showroom foi inaugurado em Boston e o Empório ainda participou da Casa Cor Suécia, no emblemático T-House (edifício construído pelo arquiteto sueco Af Jochnick, em Estocolmo). A marca lança em 2007 a Coleção Touch and Senses.

2008 – O Empório Beraldin lança a Coleção In-Fluências.

2009 – O projeto de expansão ganha um outlet. É lançada nesse ano a Coleção Superfícies.

2010 – Zeco e Valéria lançam a Coleção Origens, cujo destaque foi a busca da riqueza cultural afro-indígena brasileira.

2011 – Ano marcado pelo lançamento de uma nova coleção repleta de materiais inspirados na fauna e flora brasileira. Mais uma vez a marca reforçou sua tradição com as raízes do país e esbanja respeito pelo meio ambiente.

2012 – Foi aberta uma pop-up store da marca no shopping Cidade Jardim. A proposta temporária teve como objetivo principal proporcionar aos clientes o contato com a marca fora de um showroom tradicional. Zeco e Valéria lançam a Coleção Relevos.

2013 – A marca participa da 3ª edição da Mostra Black, no WTorre Plaza (anexo ao Shopping JK, em São Paulo), e da 1ª Mostra Empório Beraldin na loja de Ipanema. Outro destaque foi o lançamento da coleção inspirada na manufatura brasileira.

2014 – O lançamento do ano foi a coleção “Geometrias”, inspirada na tendência mundial de um design atemporal. A proposta esbanjou o uso de composições geométricas criadas com diferentes tramas e texturas. Destaque ainda para a inauguração de um showroom de 500 m², na Al Gabriel Monteiro da Silva, em São Paulo.

2015 – Mais um ano de destaque da marca nas mostras de decoração paulistanas. Desta vez, o Emporio participou da 4ª edição da Mostra Black na Oca, no Parque Ibirapuera, e do festival Design Weekend, com uma vitrine assinada por André Poli, Marcelo Bicudo, Eliza Atheniense e Zanini de Zanine. No andar superior da loja Gabriel, a arquiteta Denise Barretto assinou o projeto do Quarto Twiggy. Os móveis foram desenhados pela arquiteta, com tecidos das marcas Sahco e Beraldin e os papeis de parede da Designers Guild e Christian Lacroix. Na nossa loja do Rio de Janeiro aconteceu o lançamento dos novos ambientes assinados pelos profissionais Luiz Fernando Grabowski, Joy Garrido, Cristina e Laura Bezamat e paisagismo por Raphael Costa Bastos. O eventomarcou a apresentação das Coleções Beraldin 2015 e “Spring e Autumn 2015” da Designer Guild.

2016 – Foi um momento de grandes conquistas para o Emporio Beraldin. A marca participou das feiras High Design e Expo Revestir, ambas em São Paulo, e conquistou prêmios importantes. Com destaque para o primeiro lugar no prêmio Ecoera, na categoria Design, da Casa Vogue Experience, e o Top of Mind, da revista Casa e Mercado, na categoria loja de tecidos.

2017 – O ano começa com o lançamento da coleção “Acqua”, onde a beleza do azul e o movimento da água marcam presença nos tecidos. A marca faz ainda uma parceria com o estúdio Velotrol e desenvolve a linha de tecidos “Rio”, A novidade ressalta a rica arquitetura carioca nas estampas e esbanja beleza nas peças.

2018 – Diversos universos, emoções e desejos são materializados na coleção Entrelinhas; como o próprio significado da palavra, que é compreender uma mensagem não explicita.  A coleção traz novas texturas, matérias primas e revestimentos naturais, que são a alma da marca e não se perdem em modismos, são longevos! Temos que resgatar a essência da nossa marca e com isso pensamos nessa coleção com um senso de harmonia, onde nossas casas se tornaram espaços multifuncionais. Em parceria com o arquiteto Arthur Casas apresentamos a coleção Tangram. É uma linha de peças especialmente desenhadas pelo studio AC para o Emporio Beraldin; composto de mesa lateral, mesa de centro, banco, armário, espelho e um sofá; todos revestidos em camurça com vidros coloridos em três cores: verde, amarelo e vermelho.